Nelson Xavier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nelson Xavier
O ator em 2008
Nome completo Nelson Agostini Xavier
Nascimento 30 de agosto de 1941
São Paulo, SP
Nacionalidade Brasileiro
Morte 10 de maio de 2017 (75 anos)
Uberlândia, Minas Gerais
Ocupação ator, autor, diretor
Atividade 1959-2017
Cônjuge Joana Fomm (1964-1966)
Heloísa Villela (1975-1987)
Via Negromonte (1989-2017)
Festival de Berlim
Grand Prix do Júri
1978
IMDb: (inglês)

Nelson Agostini Xavier (São Paulo, 30 de agosto de 1941Uberlândia, 10 de maio de 2017) foi um ator e diretor brasileiro.1 Ao longo de cinco décadas de carreira participou de trabalhos no teatro, TV e cinema.2

Atuou no filme O Bom Burguês, dirigido por Oswaldo Caldeira, no ano de 1982. Trabalhou também em Eles não usam black-tie (1981), Narradores de Javé (2003) e vários outros filmes. Em 2010 ganhou maior destaque no cinema nacional ao participar da cinebiografia do médium Chico Xavier, onde interpretou o papel principal.3

Morreu aos 75 anos, vítima de um câncer de pulmão, em 10 de maio de 2017, em Uberlândia, Minas Gerais.1

Carreiraeditar | editar código-fonte

Televisãoeditar | editar código-fonte

Teatroeditar | editar código-fonte

Wiki letter w.svg Esta lista está incompleta. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-a.

Cinemaeditar | editar código-fonte

Como diretor
Como Codiretor
  • 2016 - Comeback - Um Matador Nunca se Aposenta5
Como ator

Prêmios e indicaçõeseditar | editar código-fonte

Festival de Gramado

  • Vencedor: melhor ator por O Testamento do Senhor Nepomuceno

Festival de Brasília

  • Vencedor: melhor ator

Referências

Ligações externaseditar | editar código-fonte

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Precedido por
Lima Duarte
por O Crime do Zé Bigorna
Troféu Candango de Melhor Ator
por A Queda

1978
Sucedido por
Otávio Augusto
por Muito Prazer
Precedido por
Wilson Grey
por O Segredo da Múmia
Troféu Candango de Melhor Ator
por O Mágico e o Delegado

1983
Sucedido por
Rudi Lagemann
por Me Beija