Emma Morano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emma Morano
Emma em 1930.
Nome completo Emma Martina Luigia Morano
Outros nomes Emma Morano-Martinuzzi
Conhecido(a) por
  • Pessoa mais velha do mundo (2016-2017).
  • Pessoa italiana mais velha de todas.
  • Segunda pessoa europeia mais velha de todas.
  • Última pessoa nascida em 1899.
  • Última pessoa nascida nos anos 1800.
  • Primeira italiana a atingir 116 anos.
  • Primeira italiana a atingir 117 anos.
  • 6ª Pessoa mais velha de todas.
Nascimento 29 de novembro de 1899
Civiasco, Vercelli, Piemonte
Morte 15 de abril de 2017 (117 anos e 137 dias)
Verbania, Piemonte
Progenitores Mãe: Matilde Bresciani
Pai: Giovanni Morano
Parentesco Angela Morano (irmã)
Cônjuge Giovanni Martinuzzi (1926–1978)
Filho(s) Angelo Martinuzzi (1937)

Emma Martina Luigia Morano (Civiasco, 29 de novembro de 1899Verbania, 15 de abril de 201712) foi uma supercentenária italiana que foi a pessoa mais velha do mundo de 12 de maio de 2016 até a data de sua morte aos 117 anos e 137 dias.

É a italiana comprovadamente mais longeva de todos os tempos,3 a segunda da Europa, sendo superada apenas pela francesa Jeanne Calment  e a sexta pessoa mais velha verificada de todos os tempos. Foi também a última sobrevivente entre pessoas nascidas nos anos 1800.4 Como o século XIX terminou em 31 de dezembro de 1900, na data em que Emma Morano se tornou na pessoa mais velha do mundo estavam vivas mais duas pessoas nascidas naquele século (Violet Brown e Nabi Tajima).5

A longevidade da família de Emma Morano (teve uma irmã que morreu aos 102 e a mãe de ambas aos 95) foi estudada pela Universidade Harvard6

Biografiaeditar | editar código-fonte

Emma com um ano em 1900.

Início da vidaeditar | editar código-fonte

Emma Martina Luigia Morano nasceu num pequeno vilarejo no norte da Itália filha de Giovanni Morano e Matilde Bresciani, sendo a mais velha de oito filhos, sendo cinco filhas e três filhos. Vários membros de sua família foram longevos, como sua mãe, uma tia e alguns de seus irmãos que viveram por 90 anos. Sua irmã, Angela Morano (1908-2011) morreu com 102 anos de idade. Emma e Angela eram as irmãs vivas mais velhas da Itália até que Angela morreu.

Quando criança, a família mudou-se do Vale Sesia para o Vale Óssola devido ao trabalho de seu pai, mas o clima era tão insalubre que um médico a aconselhou a família a viver em algum lugar com um clima mais ameno para que ela se mudou para Pallanza, às margens do Lago Maior, onde viveu grande parte da vida. Em outubro de 1926, ela se casou com Giovanni Martinuzzi (1901-1978) e em 1937 nasceu seu único filho, Angelo Martinuzzi, que morreu quando tinha apenas seis meses de idade. O casamento não foi feliz, assim, em 1938, Morano decidiu separar-se de fato do marido, embora tenham permanecido oficialmente casados até a morte dele. Até 1954, Morano trabalhava para a Indústria Maioni, uma fábrica de juta em sua cidade. Depois conseguiu outro emprego como cozinheira do "Collegio Santa Maria", um internato marianista em Pallanza, onde ficou até os 75 anos, quando se aposentou.

Vida posterioreditar | editar código-fonte

Emma Morano em 1920.

Morano ainda vivia sozinha em sua casa até seu 115º aniversário. Quando perguntada sobre o segredo de sua longevidade, Morano disse que nunca tinha usado drogas, come três ovos por dia, bebe um copo de brandy caseiro, e saboreia um de chocolate às vezes, mas, acima de tudo, ela pensa positivamente sobre o futuro. Emma Morano credita sua longa vida à sua dieta de ovos crus.

Em 2011, Morano foi visitada como parte de um estudo mundial realizado pela George Church da Harvard Medical School para estudar o segredo de sua longevidade. Em dezembro de 2011, ela foi premiada com a honra de Cavaleiro da Ordem do Mérito da a República Italiana pelo então presidente Giorgio Napolitano.

Morano tornou-se a pessoa mais velha na Itália e na Europa depois da morte de Maria Redaelli em 2 de abril de 2013. Por ocasião do seu 114.º aniversário, deu uma entrevista de TV ao vivo à RAI. Em seu 116.º aniversário Morano recebeu felicitações do Papa Francisco. Sua festa de aniversário de 117.º anos em 29 de novembro de 2016, foi transmitida ao vivo em toda a Itália.

Emma viveu independente até aos 115 anos.

Martina explicou que o segredo da sua longevidade é evitar medicamentos, beber "grappa" (aguardente italiana) e, sobretudo, comer três ovos por dia. Sofrendo de anemia, quando tinha 20 anos - logo após a Primeira Guerra Mundial - Emma Morano foi aconselhada por um médico a comer três ovos por dia, crus ou cozidos. A italiana seguiu escrupulosamente esta dieta e, provavelmente, já comeu mais de 100 mil ovos.

Emma continuou até ao fim da sua vida a seguir uma dieta alimentar que os nutricionistas não recomendariam. Sempre comeu poucos legumes e pouca fruta.7

Morteeditar | editar código-fonte

Morano morreu em sua casa na Verbania, Itália, em 15 de abril de 2017, com 117 anos de idade.89 Até esse momento, ela era a pessoa viva mais velha do mundo e uma das cinco mais velhas registradas na história.10 Era conhecida como a última pessoa viva nascida nos anos 1800 cuja idade tinha sido verificada independentemente.1112 Após sua morte, Violet Brown tornou-se a pessoa mais velha do mundo.1314

Condecoraçãoeditar | editar código-fonte

Precedido por
Maria Redaelli
Decana da Itália
2 de abril de 2013 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Marie-Josephine Gaudette
Precedido por
Maria Redaelli
Mulher mais velha da Itália
2 de abril de 2013 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Marie-Josephine Gaudette
Precedido por
Maria Redaelli
Decana da Europa
2 de abril de 2013 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Ana María Vela Rubio
Precedido por
Maria Redaelli
Mulher mais velha da Europa
2 de abril de 2013 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Ana María Vela Rubio
Precedido por
Susannah Mushatt Jones
Pessoa mais velha do mundo
12 de maio de 2016 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Violet Brown
Precedido por
Susannah Mushatt Jones
Mulher mais velha do mundo
12 de maio de 2016 - 15 de abril de 2017
Sucedido por
Violet Brown

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Referências

  1. MDR // ANP (15/4/2017). «Emma Morano, considerada a mulher mais velha do mundo, morreu aos 117 anos». Consultado em 15/4/2017 
  2. «Oldest Validated Living Supercentenarians» (em inglês). Gerontology Research Group. 15 de dezembro de 2014. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  3. Emma Morano nuovo record «Emma Morano nuovo record» Verifique valor |url= (ajuda) (em italiano). Verbania Notizie. 12 de agosto de 2014. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  4. «Oldest living person dies at age 117: Here are 5 others who have lived to a ripe old age» (em inglês). StraitTimes. 2 de abril de 2015. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  5. «GRG World Supercentenarian Rankings List». Gerontology Research Group. 12 de maio de 2016. Cópia arquivada em 14 de maio de 2016 
  6. observador.pt (17 de maio de 2016). «Ainda há uma mulher no mundo nascida antes de 1900. E é italiana». Consultado em 17 de maio de 2016 
  7. «Dieta da mulher mais velha do mundo surpreende médico» 
  8. «Italy's Emma Morano, the world's oldest person, dies at 117» (em inglês). ABC News. 15 de abril de 2017. Consultado em 15 de abril de 2017 
  9. D'Emilio, Frances (15 de abril de 2017). «Emma Morano, the world's oldest person, dies in Italy at 117». The Chicago Tribune (em inglês). Consultado em 15 de abril de 2017 
  10. Jenkins, Lin (15 de abril de 2017). «Emma Morano, world's oldest person, dies aged 117». The Guardian (em inglês). London. ISSN 0261-3077. Consultado em 15 de abril de 2017 
  11. Ronchi, Sergio (15 de abril de 2017). «Verbania, morta a 117 anni Emma Morano: era la più anziana del mondo». La Stampa (em italiano). Consultado em 15 de abril de 2017 
  12. «World's oldest person Emma Morano dies at 117» (em inglês). BBC News. 15 de abril de 2017. Consultado em 15 de abril de 2017 
  13. D'Emilio, Frances (15 de abril de 2017). «Italy's Emma Morano, the world's oldest person, dies at 117». The Washington Post. Consultado em 15 de abril de 2017 
  14. «Italy's Emma Morano, the world's oldest person, dies at 117». STAT News. 15 de abril de 2017. Consultado em 15 de abril de 2017 – via Associated Press 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Emma Morano